NOTÍCIAS

Segunda-FEIRA, 09/05 15:04
Presidente em exercício da Câmara anula votação do impeachment
Waldir Maranhão (PP-MA) acolheu pedido da Advocacia-Geral da União. Maranhão assumiu presidência da Câmara com afastamento de Cunha.

O presidente interino da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), decidiu nesta segunda-feira (9), por meio de uma decisão monocrática, anular a votação do impeachment da presidente Dilma  Ruposeff realizada na Casa no dia 17 de abril. Ele acolheu pedido feito pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.

Waldir Maranhão substituiu Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na presidência da Câmara na semana passada depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu afastar o peemedebista do comnado da casa legislativa. O deputado do PP votou contra a continuidade do processo de impeachment na Câmara, descumprindo decisão de seu partido, que havia fechado questão a favor do afastamento da presidente.

O recurso foi protocolado pela AGU no dia 25 de abril. Segundo o primeiro-secretário da mesa diretora da Câmara, Beto Mansur (PRB-SP),  o pedido foi entregue fora do prazo, quando o processo já havia sido enviado ao Senado. Por isso, havia sido desconsiderado pela mesa.

"A AGU entrou fora de prazo com questionamento no dia 25 de abril. Poderia ter sido arquivado. Mas foi desconsiderado, porque estava fora de prazo", afirmou Mansur. Quando assumiu a presidência da Casa, Maranhão decidiu analisar o recurso.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e os partidos da oposição DEM e Solidariedade já afirmaram que vão questinar a decisão de Maranhã no SupremoTribunal Federal (STF).
 

Nova votação
No despacho no qual anulou a votação daCâmara, Maranhão marcou uma nova votação, para daqui a 5 sessões do plenário da Casa, para os deputados federais voltarem a analisar o pedido impeachment. O prazo começa a contar no momento em que o processo for devolvido para a Casa pelo Senado.

Segundo apurou a reportagem, Waldir Maranhão participou, durante o fim de semana e na manhã desta segunda-feira, de reuniões com integrantes do governo federal, deputados do PT e do PC do B. O advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, teria participado desses encontros.

A decisão de Maranhão
Em nota divulgada à imprensa, Maranhão diz que a petição da AGU ainda não havia sido analisada pela Casa e que, ao tomar conhecimento dela, resolveu acolher. Na decisão, ele argumenta “ocorreram vícios que tornaram nula de pleno direito a sessão em questão”.

Para Maranhão, os partidos políticos não poderiam ter fechado questão a favor ou contra o impeachment. Quando há o chamado fechamento de questão, os deputados devem seguir a orientação partidária sob pena de punição, como expulsão da legenda.

“Não poderiam os partidos políticos terem fechado questão ou firmado orientação para que os parlamentares votassem de um modo ou de outro, uma vez que, no caso deveriam votar de acordo com as suas convicções pessoais e livremente”, destacou o presidente em exercício da Câmara na decisão.

Maranhão argumenta ainda que os deputados não poderiam ter anunciado suas posições antes da sessão da Câmara que decidiu dar continuidade ao processo de afastamento da presidente Dilma. Ele também afirma que a defesa de Dilma deveria ter tido o direito de falar durante a votação do impeachment.

“Não poderiam os senhores parlamentares antes da conclusão da votação terem anunciado publicamente seus votos, na medida em que isso caracteriza prejulgamento e clara ofensa ao amplo direito de defesa que está consagrado na Constituição. Do mesmo modo, não poderia a defesa da senhora Presidente da República ter deixado de falar por último no momento da votação, como acabou ocorrendo”, afirma.

Por fim, Maranhão alegou que o resultado da votação deveria ter sido formalizado por resolução, por ser, segundo ele, o que dispõe o regimento interno da Câmara dos Deputados e o que estava previsto no processo de impeachment do ex-presidente Fernando Collor de Mello.

“Por essas razões anulei a sessão realizada nos dias 15, 16 e 17 e determinei que uma nova sessão seja realizada para deliberar sobre a matéria no prazo de 5 sessões contados da data em que o processo for devolvido pelo Senado à Câmara dos Deputados”, disse.

“Para cumprimento da minha decisão, encaminhei ofício ao presidente do Senado, para que os autos do processo de impeachment sejam devolvidos à Câmara dos Deputados”, concluiu Waldir Maranhão.  

MURAL

  • DE: Ronaldo

    Queria que o junior de umuarama que procura rapazes gordinhos deixe o número dele aqui pra eu entrar em contato com ele

    DE: Flaviano Schwingel de Souza

    Peco se possivel a Musica doe so de pensar de Maria Cecilia e Rodolfo para minha namorada rebeca.

  • DE: Flaviano Schwingel de Souza

    Abraco para Meu filho Karlos Eduardo de altonia para minha namorada rebeca de guaira.

    DE: Paula

    Bom dia ilha... gostaria de ouvir João mineiro e Marciano... só pra curtir

  • DE: CÉLIO

    BOM DIA, BOA QUARTA

    DE: Alan Ferreira

    Alan qeria. Reino em cantado e vai pra minha espoza bia e meus finhos kauan e mariana e lorena e pra vc ai

  • DE: Lucas

    Bom dia ilha! toca pra mim Tião Carreiro e Pardinho Oi Paixão, só para curtir e pra vocês ai da ilha

    DE: João Carlos

    boa noite

  • DE: gerson dias

    mand um alo minh esposa eliane filha dominike enteada alanis e davi meus amigos do mercado brenda ;adriano , sergio, josi, souza , polo , adão eles são de tera

    DE: eliana aparecida moraes moraes

    deixo um alo minha filha alanis neto davi genro adriano irmão edinei cunhada edinalva subrinho samuel pai joão moraes de terra roxa amo todos saudades sem fim..

  • DE: Marcos Vanderley

    Bom dia manda um alo para nayara cristina urbano, larissa urbano, marco antonio urbano em especial para sirley urbano .obrigado.

    DE: Paula

    Toca Zeze e Luciano flores em vida e manda para toda minha familai e amigos de trabalho

  • DE: marcio de jesus

    boa tarde queria mandar um alo todos aqui da cidade de matina bahia em especial para minha mulher nadia rocha e pedir uma musica com andersor freire ele chegou

    DE: Leandra Cipriano

    Bom dia gostaria de ouvir uma música com Marília Mendonça aceita q dói menos

  • DE: Jota Oliveira

    Estamos ligadinhos. Mande um alô para nós: Jornalista Jota Oliveira e esposa Isa tomando café.

    DE: Franciele

    BOm Dia ILha Fm. Estou aqui no Mato Grosso do Sul, ouvindo a Ilha. bjo..Boa sexta-feira

ENVIAR RECADO
Sábado, 20/05

I Love Flash Back - Umuarama 20-05-17

VER TODAS FOTOS
107 1 MHZ
Rádio Ilha FM | Central Ilha de Produções
Av. Rolândia Nº 3621 - CEP 87502-170
Umuarama - PR
TELEFONES
(44) 3626-1801
(44) 3056-1803
FREQUÊNCIA

FM 107,1 MHZ
E-MAIL

107@ilhafm.com.br
NEW