Uma ação conjunta entre forças de segurança culminou com a apreensão de 83,5 kg de cocaína no Porto de Paranaguá (PR). A cocaína estava inserida em um contêiner carregado com breu (colofónia), um subproduto da resina utilizado na fabricação de tintas e adesivos. O contêiner estava embarcado em um navio com uma escala prevista em Tânger no Marrocos, antes de seguir para Portugal. Participaram da ação a Polícia Civil do Paraná, a Polícia Federal e a Receita Federal.
A troca de informações entre os órgãos públicos foi fundamental para a localização e apreensão da carga. A confirmação da presença da droga no contêiner foi feita com a utilização do scanner da Receita Federal e posterior conferência física pelos servidores. O método utilizado pelos traficantes foi o rip-on / rip-off, no qual a droga é inserida no contêiner sem o conhecimento do exportador. Os traficantes inseriram localizadores nos tabletes para localizar a carga no porto de destino.
As informações colhidas durante a operação irão subsidiar investigações para a localização de outros integrantes da quadrilha e para o reforço da segurança na área aduaneira, buscando impedir futuras ações criminosas.

Esta é a 11ª apreensão de cocaína com a participação da Receita Federal no Porto de Paranaguá. O órgão já apreendeu 367,5 kg de cocaína em 2023.