Dezenas de lideranças políticas de todo o Noroeste do Estado participaram do evento onde a Itapu Binacional liberou R$ 49 milhões em recursos para projetos ambientais e sociais para os municípios que integram os consórcios Cibax (bacia dos rios Xambrê e Piquiri) e Coripa (áreas remanescentes do rio Paraná) nesta quinta-feira, 4, no Centro Cultural Vera Schubert.

Os convênios beneficiam 20 municípios da região, incluindo Umuarama, e foram assinados pelo diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Enio Verri, pelo deputado federal Zeca Dirceu e pelo diretor de coordenação, Carlos Carboni, com os respectivos presidentes dos consórcios.

O Cibax, presidido pelo prefeito Celso Pozzobom, é formado pelos municípios de Alto Piquiri, Brasilândia do Sul, Cafezal do Sul, Cruzeiro do Oeste, Francisco Alves, Iporã, Mariluz, Perobal, Pérola, Umuarama e Xambrê. O convênio prevê atividades de manejo integrado de água e solo, saneamento ambiental e apoio a obras sociais (energia renovável), com investimento de R$ 25 milhões em recursos da Itaipu e contrapartida das prefeituras.

Já o Coripa tem como presidente atual o prefeito de São Jorge do Patrocínio, José Carlos Baraldi, e contempla Altônia, Douradina, Esperança Nova, Guaíra, Icaraíma, Maria Helena, Nova Olímpia, São Jorge do Patrocínio e Terra Roxa. O convênio assegura R$ 22,5 milhões em recursos para práticas conservacionistas, saneamento ambiental e apoio a obras sociais e energia renovável.

Com os recursos, as 20 prefeituras vão readequar 159 quilômetros de estradas rurais de leito natural e pavimentar 22 quilômetros de estradas. Além disso, serão adquiridos equipamentos de reciclagem de resíduos, 21 veículos elétricos para as prefeituras e instalados sistemas de energia fotovoltaica para geração de 715 kWp.

Sustentabilidade sempre foi prioridade na Itaipu, mas agora o foco se estende ao cuidado com o meio ambiente e com as pessoas. “A empresa ampliou sua abrangência para os 399 municípios do Paraná e outros 35 do Mato Grosso do Sul. Para atuar nesse amplo território, criou o programa Itaipu Mais que Energia com ações socioambientais, desenvolvimento rural sustentável e gestão por bacias hidrográficas”, disse o diretor Enio Verri.

ABRANGÊNCIA

Com esta iniciativa, a empresa oferece ações para os 434 municípios da sua área de abrangência, que somam 11 milhões de pessoas e 200 mil km². O programa conta com recursos distribuídos em quatro modalidades de ações: saneamento ambiental, energias renováveis, manejo integrado de água e solo e obras sociais, comunitárias e de infraestrutura.

Em nome do Cibax, o prefeito Celso Pozzobom destacou que a preocupação ambiental dos municípios do consórcio remonta há muitos anos. “Em 1997, quando fui vereador, já falávamos sobre os problemas e aguardávamos recursos da Itaipu para implementar ações aqui no Noroeste, como era feito com os municípios lindeiros ao lago da usina”, lembrou

“Agora, quando a Itaipu completa 50 anos, finalmente começamos a receber recursos para essas importantes ações, inclusive para combater o assoreamento dos rios que deságuam no lago e formam grandes bancos de areia. Alguns até são explorados como prainhas”, disse.

A visão da empresa mudou com a chegada de Enio Verri à diretoria-geral, avalia Pozzobom. “Ele conhece nossa realidade e tem os olhos voltados ao Noroeste. Sabe que os municípios da região contribuem para o assoreamento do lago, pois estão todos da bacia do rio Paraná. E esse cuidado que vamos implementar com os convênios ajudarão até na garantia de água potável para nossa população”, agradeceu.

SERVIÇOS

Dentro do convênio com a Itaipu, o município de Umuarama foi contemplado com a adequação da estrada João Baraniuk (14,8 km), entre a PR-580 e o acesso ao distrito de Roberto Silveira, no valor de R$ 1 milhão; apoio técnico ao manejo integrado de solo e água, terraço base larga (com terraceador), R$ 421,8 mil; aquisição de esteiras de separação e elevação de resíduos, R$ 92 mil; apoio técnico na gestão de resíduos sólidos; aquisição de uma prensa enfardadeira (R$ 350 mil); campanha educativa (R$ 18 mil) e aquisição de um carro elétrico para a Prefeitura (R$ 219 mil), totalizando R$ 2 milhões 239,5 mil – incluindo contrapartida da Prefeitura, no valor de R$ 159,4 mil.

A ITAIPU

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, 3 bilhões de MWh. Em 2023, foi responsável por cerca de 10% do suprimento de eletricidade do Brasil e 88% do Paraguai.